CCBNB é acusado de censura

“Em terra de homofóbicos casamento gay é arte”.

Artistas de Fortaleza acusam o Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB) de homofobia e censura de obra, após a retirada de uma faixa que dizia : “Em terra de homofóbicos casamento gay é arte”.

A faixa que foi colocada na frente do prédio, e fazia parte da exposição “O que pode um casamento (gay)?”, de autoria de dois artistas que decidiram transformar o próprio casamento em obra. O material instalado teria sido retirado por funcionários do banco e sem autorização dos artistas.

Depois da faixa ter sido retirada, os artistas removeram todo o material que ocupava o Centro Cultura do banco. O gerente executivo do CCBNB, Gildomar Marinho, foi afastado do cargo após a polêmica.

Por meio de nota, o Banco do Nordeste admitiu que retirou a faixa e segundo a entidade, a faixa estaria “descaracterizando a fachada do prédio e comprometendo sua identidade visual”.

A obra foi selecionada na mostra da 70° edição do Salão Abril, um dos maiores salões de artes do Ceará. A exposição de Eduardo Bruno e Waldírio Castro, ganhará um novo espaço.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Rayssa Leonel
Carregar Mais Em Cultura

Sobre Rayssa Leonel

Graduada em Jornalismo pela UFCA - Universidade Federal do Cariri. Pesquisadora e caririense bem orgulhosa.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos!