Crato recebe a Mostra de Teatro de Rua do Sesc

A programação deste ano ocupará vários espaços da cidade, ruas, centros, comércios e casa de mestres de tradição




Teatro
Crato recebe a Mostra de Teatro de Rua do Sesc

A programação deste ano ocupará vários espaços da cidade, ruas, centros, comércios e casas de mestres de tradição. Serão 6 dias de programação gratuita, de 10 a 15 de junho, na cidade do Crato. 5 grupos se apresentarão na cidade, a programação é gratuita, e traz as linguagens de dança, teatro, circo, performance, música e tradição.

A mostra pretende promover a arte e democratizar o acesso à cultura, levando espetáculos para o público e valorizando manifestações artísticas de rua.

Confira a programação:


10 de junho (segunda)
09h – Troca-se Histórias por Brincadeiras (Grupo Teatral Arretado Produções Artísticas)

Local: Feira Livre do Crato – Av. José Alves de Figueiredo

17h – Troca-se Histórias por Brincadeiras (Grupo Teatral Arretado Produções Artísticas)

Local: Terreiro Coletivo Camaradas – Rua Monsenhor Juviniano Barreto, Centro
Resumo: Contando histórias e ganhando brincadeiras: espetáculo constrói universo interativo, dinâmico e lúdico. Dengoso é um palhaço aventureiro, que anda em parceria com seu sobrinho Pitoco, um menino curioso, músico e brincalhão. Andando de cidade em cidade, os dois trocam suas histórias por brincadeiras. O espetáculo trata de temas, tais como: relações humanas, encantamento, interatividade e seu conteúdo é a cultura popular nordestina.

11 de junho (terça)

16h – Corpo-Lixo-Cidade (Grupo Silvia Moura)

Local: Centro, Crato – Ruas do Comércio

Resumo: Interferência de Silvia Moura (Fortaleza CE) Habitando e redesenhando os trilhos, ruas, asfaltos, calçadas, prédios, pontes, casebres, postes, muros, postos, praças, pessoas e arquiteturas das cidades. A performance é um trajeto urbano traçado à partir das relações que a performer cria com o lixo que é encontrado , catado e re-significado ao longo do trajeto.

19h30 – Tempestade (Grupo Silvia Moura)

Local: SCAN – Sociedade Cratense de Assistência aos Necessitados – Rua Vicente Tavares Bezerra, nº 439

Resumo: Desistir-existir-resistir e finalmente começar tudo de novo, um ciclo infindável de pequenas desistências, seria como morrer? Como resistir sem desistir e assim seguir insistindo em mover-se? Uma dança que protesta, que reverbera no corpo os gritos emudecidos, uma dança que não pode ser silenciada


13 de junho (quinta)

14h – Ação em parceria com o Centro de Artes – URCA.

III Reunião Artístico-cientifica do GT de Artes Cênicas na Rua da ABRACE.

“Conversas sobre Dança de/na rua” com a Mestra Raimunda (Coco Mulheres da Batateira) e Tata Alves (Coletivo CREWolos)

Mediação: Alysson Amâncio (ADC).

16h – Apresentação do Grupo de Coco Mulheres da Batateira

Local: Terreiro da Mestra Edite – Rua: Monsenhor Tavares, N º 10 – Batateira


17h – Porta-Retrato – Lydia Silva

Local: Praça da Batateira Crato


14 de junho (sexta)

17h – sÓ (Sâmia Ramare)

Local: Terreiro Criativo do Gesso – Rua Monsenhor Juviniano Barreto, Centro

Resumo: Uma mulher, em um espaço, instiga o imaginário das pessoas que passam, este espaço poderia ser qualquer lugar, em casa, no trabalho, na escola, na universidade. sÓ apresenta uma situação de violência.

19h30 – Capitães do Asfalto (Grupo Trupe dos Pensantes)

Resumo: Uma livre adaptação da obra Capitães da Areia do autor Jorge Amado, a encenação é fruto de um processo colaborativo entre atores e músicos, que carrega um lado místico fomentando catarses e epifanias. Crianças de passado cruel, sem mãe, sem pai. Marginalizados, procuram nos roubos meios para sobreviverem. Meninos homens que apesar da baixa estatura lutam contra a pobreza e lutam pela liberdade que lhes foi roubada. Pequenos no corpo, mas grandes na força e na coragem.

20h – Show FURMIGADUB E SEU BANDO

Local: Trapiche – Rua Cel. Raimundo Lobo.

Resumo: FurmigaDub é o encontro da cultura popular nordestina com a música eletrônica contemporânea. Idealizado por Fabiano Formiga, o projeto estabelece uma ponte entre ritmos como ciranda, caboclinho e baião e as batidas da efervescente bass music. Comemorando o lançamento do primeiro disco, ?Grave da Mata? (2018), Furmiga Dub recebe Mestre Nico (Siba) e Rafa Nepomuceno (Coco de Oyá) para interpretar canções do novo álbum, de mestres populares resgatados pelo projeto e dos trabalhos de cada músico.


15 de junho (sábado)
17h – Manifesto (Grupo Coletivo Dama Vermelha)

Local: Encosta do Seminário – Calçadão da Encosta do Seminário

Resumo: Manifesto é um espetáculo teatral que lacera o pensamento de 05 mulheres sobre suas posições políticas, econômicas, sociais, existenciais, filosóficas e criativas enquanto artistas da cena, residentes no interior do Ceará, revelando seus anseios, suas questões, contradições, impulsos, fragilidades, medos e expondo o que há de mais intrínseco nos imaginários dessas mulheres, em diálogo com discursos e ideais oriundos de manifestos literários vanguardistas do século XX.

19h – sÓ (Sâmia Ramare)

Local: Reffsa -Rua Ratisbona, Centro

Sobre Rayssa Leonel

Graduada em Jornalismo pela UFCA - Universidade Federal do Cariri. Pesquisadora e caririense bem orgulhosa.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.