Hoje: “A Cor do Poder” estreia na Globo

Minissérie, com trilha sonora de Jay-Z mostra um amor impossível em uma sociedade distópica




Cultura, TV

Série baseada no primeiro livro da coleção escrita pela britânica Malorie Blackman, A Cor do Poder, parte de uma revisão histórica para construir um cenário distópico na atualidade. A série da BBC, que estreia hoje na Globo e no Globoplay, promove uma reflexão sobre as relações entre negros e brancos partindo do seguinte ponto: há 700 anos, nações da África Ocidental se uniram para colonizar a Europa. Narra a história do amor proibido entre Sephy (Masali Baduza) e Callum (Jack Rowan), dois jovens unidos pelo destino, mas separados pela cor de sua pele. Por morarem num Estado distópico que segue estritas leis raciais, com negros ocupando lugares de poder e exercendo domínio sobre os brancos, tendem a enfretar desafios para estarem juntos.

Sephy é uma “Cross”, membro da classe alta negra e filha de um político importante. Já Callum é um “Nought”, membro da classe baixa branca. Amigos desde a infância, eles se apaixonam à medida que crescem, travando uma difícil batalha contra o sistema opressor. A princípio secreto, esse relacionamento se torna uma questão de vida ou morte.

Depois de fazer sucesso na televisão britânica, a série, começa a partir de 22h30, logo após a novela A Força do Querer.

Filmada na África do Sul, a história é ambientada na realidade distópica do continente Albion. Nessa sociedade marcada por disputas políticas e rígidas leis, os personagens se encantam um pelo outro e desafiam as regras locais e as próprias famílias, provocando mudanças nem sempre tranquilas em todo o universo que os cerca.

Com trilha sonora assinada por Jay-Z, que também é o produtor-executivo, a série é baseada no livro “Noughts & Crosses” da autora britânica Malorie Blackman, condecorada em 2008 com a Ordem do Império Britânico pelos serviços prestados à literatura.

Com quatro episódios, “A Cor do Poder” será exibida de segunda a sexta, com exceção de quarta. Além disso, no mesmo dia em que estreia na televisão aberta, todos os episódios estão disponíveis para os assinantes do Globoplay.

Sobre Erika Souza

A menina louca. Deixo essa definição, pois meu entusiasmo pode parecer loucura. Atuo com comunicação, eventos e desenvolvimento pessoal. Com o convívio a gente se conhece mais.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.