II encontro de simpósio em homenagem a Alberto Nepomuceno discutirá obra instrumental do maestro e compositor

Realizado pelo Porto Iracema em parceria com grupo de pesquisa da Uece, o evento se dedica a revisitar e divulgar o legado do compositor. Nesta edição, o simpósio contará com participação de Monica Vermes, Marcelo Jaffé e Rosana Lanzelotte e do instituto Musica Brasilis.




Rosana Lanzelotte

Aspectos da obra instrumental do compositor e maestro cearense, Alberto Nepomuceno (1864-1920), serão debatidos no próximo encontro do III SIRIM – Simpósio de Regência e Interpretação Musical “Alberto Nepomuceno em foco”. Com participação da musicóloga Monica Vermes e do músico Marcelo Jaffé, a mesa-redonda será transmitida no dia 14 de setembro, pelo Youtube e Facebook, a partir das 20h. O evento também contará com apresentação do Instituto Musica Brasilis.

Realizado em parceria com o Porto Iracema das Artes, o Grupo de Pesquisa IRIM – Investigação em Regência e Interpretação Musical (Uece/CNPQ) convida estudiosos das obras de Nepomuceno em todo o país para revisitar e divulgar o legado deste grande nome da música de concerto brasileira. As atividades iniciaram em agosto [veja AQUI a primeira mesa] e seguem sendo realizadas em uma segunda-feira de cada mês até dezembro, como parte da programação especial “Ano Alberto Nepomuceno”.

Neste segundo encontro, a musicóloga Monica Vermes e o músico Marcelo Jaffé compõem a mesa-redonda “Aspectos da obra instrumental de Alberto Nepomuceno”, mediada pela pesquisadora Rosana Lanzelotte. Na sequência, haverá apresentação do instituto Musica Brasilis, fundado por Rosana e responsável pelo site musicabrasilis que disponibiliza 40 partituras de obras de Alberto Nepomuceno e mais de 1000 partituras de compositores brasileiros.

PROGRAMAÇÃO

O terceiro encontro será realizado no dia 19 de outubro, com a presença do pesquisador Avelino Romero Pereira e do escritor João Silvério Trevisan, que vão debater o tema “Alberto Nepomuceno: entre a História e a Ficção”. A mediação ficará por conta da regente e pesquisadora Inez Martins. Uma apresentação em vídeo de uma releitura do “Batuque” será transmitida na sequência. As atividades começam às 20h.

O penúltimo dia de programação acontecerá em 16 de novembro, a partir das 20h, com o debate “A modernidade em Nepomuceno”. Para o evento foram convidados o pesquisador e professor Luiz Guilherme Goldberg e o maestro Julio Medaglia, sob mediação de Anna Maria Kieffer. Um vídeo do “Hino do Ceará” no arranjo de Villa-Lobos também será apresentado.

O evento será encerrado no dia 14 de dezembro, com a presença do poeta e repentista Geraldo Amâncio, do poeta e cordelista Geraldo de Almeida Nobre e da professora Elba Braga Ramalho na mesa-redonda “Aspectos da Tradição em Nepomuceno e a cantoria nordestina”. A mediação será realizada pelo professor e pesquisador Gilmar de Carvalho. Ao final, acontecerá de uma mostra do repertório musical da tradição oral nordestina, a qual compõe a bagagem de memória de Nepomuceno

Toda a programação tem curadoria de uma comissão formada pelos músicos e pesquisadores Elba Braga Ramalho, Gilmar de Carvalho, Inez Martins Gonçalves, Anna Maria Kieffer e Marcio Landi. O evento conta, ainda, com a parceria da Universidade Estadual do Ceará e do Curso de Música da UECE.

● III SIRIM – Simpósio de regência e interpretação musical “Alberto Nepomuceno em Foco”

14 de Setembro – Segunda-feira – 20h
Aspectos da obra instrumental de Alberto Nepomuceno e Canções
Com Monica Vermes e Marcelo Jaffé
Mediação: Rosana Lanzelotte
Apresentação do instituto Musica Brasilis
Onde: Youtube e Facebook do Porto Iracema das Artes

19 de outubro – Segunda-feira – 20h
Alberto Nepomuceno: entre a História e a Ficção
Com Avelino Romero Pereira e João Silvério Trevisan
Mediação: Inez Martins
Apresentação do vídeo “Batuque”
Onde: Youtube e Facebook do Porto Iracema das Artes

16 de novembro – Segunda-feira – 20h
A modernidade em Nepomuceno
Com Luiz Guilherme Goldberg e Julio Medaglia
Mediação: Anna Maria Kieffer
Apresentação do vídeo “Hino do Ceará”
Onde: Youtube e Facebook do Porto Iracema das Artes

14 de dezembro – Segunda-feira – 20h
Aspectos da Tradição em Nepomuceno e a Cantoria Nordestina
Com Geraldo Amâncio, Guilherme de Almeida Nobre e Elba Braga Ramalho
Mediação: Gilmar de Carvalho
Apresentação de uma mostra do repertório musical da tradição oral nordestina.
Onde: Youtube e Facebook do Porto Iracema das Artes

Sobre os convidados de setembro

Monica Vermes

É musicóloga, bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq e professora associada na Universidade Federal do Espírito Santo. Lidera o NELM – Núcleo de Estudos Literários e Musicológicos e participa das atividades do Departamento de Teoria da Arte e Música e dos Programas de Pós-Graduação em Letras e em Comunicação e Territorialidades. É pesquisadora do GIDMUS – Grupo I+D Música y Sociedad (Universidad de la República, Uruguai), do Labelle – Laboratório de Estudos de Literatura e Cultura da Belle Époque (UERJ), do NOMOS – Núcleo de Musicologia Social do Instituto de Artes da Unesp (IA-Unesp), do grupo de pesquisa Estudos de Gênero, Corpo e Música (UFRGS) e do Grupo de Pesquisa História e Música (Unesp). Foi bolsista da Biblioteca Nacional (2016-2017) com o projeto Circuitos Musicais no Rio de Janeiro: teatros (1906-1920). Sua área de pesquisa é a música na Belle Époque carioca em suas múltiplas tramas na cidade. Participa regularmente de congressos e outros encontros acadêmicos no Brasil e no exterior.

Marcelo Jaffé

Aos seis anos de idade, orientado por seu pai, Marcelo Jaffé, inicia o estudo de violino. Em 1977, aos 14 anos, passa a tocar viola, ganhando, no mesmo ano, o 1º Prêmio no Concurso Nacional da Universidade de Brasília. Após aperfeiçoamento na Universidade de Illinois e no Centro de Música de Tanglewood, nos Estados Unidos, apresenta-se em vários países, participando de destacados conjuntos camerísticos e orquestrais. Atuou como Maestro da Kamerata Philarmonia e foi Diretor Artístico da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo. Atualmente, residindo em São Paulo, é professor de viola da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (Departamento de Música), apresentador da Radio Cultura e membro do Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo.

Rosana Lanzelotte

É musicista, pesquisadora e Doutora em Informática, idealizou em 2009 o portal Musica Brasilis, que visa o resgate e a difusão dos repertórios brasileiros de todos os tempos. Com cerca de 40.000 acessos e 1.500 partituras de 350 compositores brasileiros, o portal se tornou uma referência. Foi a curadora de 6 edições de exposições interativas Musica Brasilis, com temáticas diversas, em espaços do Rio de Janeiro e Minas Gerais. Concebeu e dirigiu 8 edições dos Circuitos BNDES Musica Brasilis, em que repertórios brasileiros foram o tema de 130 espetáculos cênico-musicais apresentados em 30 cidades de todas as regiões do país. Atuou como professora pesquisadora na PUC-Rio (1986 a 1997) e UniRio (1997 a 2009), onde liderou pesquisas na área de MIR – Music Information Retrieval. É a autora do livro “Música Secreta”, sobre a trajetória do compositor Sigismund Neukomm no Brasil (Arteensaio, 2009). Por suas realizações, recebeu os prêmios Golfinho de Ouro (2002) e a comenda Chevalier des Arts et des Lettres (2006).

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Erika Souza
Carregar Mais Em Cultura

Sobre Erika Souza

A menina louca. Deixo essa definição, pois meu entusiasmo pode parecer loucura. Atuo com comunicação, eventos e desenvolvimento pessoal. Com o convívio a gente se conhece mais.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.