Laboratório de Economia Criativa mapeia patrimônio cultural do Cariri

No dia 13 de março, aconteceu o lançamento oficial do Laboratório de Economia Criativa na Universidade Federal do Cariri – UFCA. O projeto, idealizado pelo Professor João Bosco Dumont, foi aprovado pela Pró-Reitoria de Cultura através do edital N.° 01/2014 da PROCULT. Trata-se de uma proposta interdisciplinar de mapeamento, reconhecimento e fomento dos setores criativos …




laboratório de economia criativa

No dia 13 de março, aconteceu o lançamento oficial do Laboratório de Economia Criativa na Universidade Federal do Cariri – UFCA. O projeto, idealizado pelo Professor João Bosco Dumont, foi aprovado pela Pró-Reitoria de Cultura através do edital N.° 01/2014 da PROCULT. Trata-se de uma proposta interdisciplinar de mapeamento, reconhecimento e fomento dos setores criativos concentrados na região do Cariri Cearense.
Durante o lançamento, o docente João Dumont elencou alguns setores criativos a serem mapeados seguindo as orientações postuladas pela UNESCO no que se refere às subdivisões. Nos setores criativos nucleares, estão inclusos o Patrimônio Natural e Cultural; Espetáculos e Celebrações; Artes Visuais e Artesanato; Livros e Periódicos; Design e Serviços Criativos; Audiovisual e Mídias Alternativas. Nos setores criativos relacionados, estão o Turismo, Esporte e Lazer. No patrimônio imaterial, serão mapeadas as expressões e tradições orais, rituais e práticas sociais. A proposta do projeto Economia Criativa é oficializar os dados desta pesquisa junto ao Ministério da Cultura através do Sistema Nacional de Informação e Indicadores Culturais (SNIIC) e, a partir de então, promover o reconhecimento do Cariri como Território Criativo, impulsionando o fomento e a capacitação permanente dos nossos artistas, grupos, coletivos e instituições. Os objetivos específicos serão identificar as práticas relativas à Economia Criativa, no âmbito do Cariri cearense, com ênfase em ações de produção, circulação dos bens e serviços culturais encontrados neste cenário. Fortalecer e incentivar o empreendedorismo entre os pequenos produtores, grupos e coletivos, através de ações em conjunto com instituições de apoio técnico como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Nordeste- BNB, também é um dos objetivos do projeto. Além disso, o programa  contribuirá para o cumprimento do Plano Nacional de Cultura e desenvolverá reflexão social em torno dos segmentos criativos da região e das suas influências no desenvolvimento local. O Laboratório de Economia Criativa também abrirá espaços de diálogo com a comunidade acadêmica, buscando a socialização de ideias e práticas desenvolvidas dentro da universidade, assim como fora dela.

Sobre Jimmy Macedo

Profissional de marketing digital e nerd de carteirinha desde que nerd era xingamento. Amante de música e cinema, idealizou o Foobá para colaborar de forma efetiva com o cenário que tanto o diverte e inspira.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.