Mostra Negritude Infinita tá ocupando o Cinema do Dragão com programação gratuita

A programação conta 70 produções, dividas entre curtas e longas, mesas redondas e oficinas gratuitas

Mostra Negritude Infinita

Foto: Fábula de Vó Ita/ Divulgação

Começou ontem (05), mas tem programação até a quarta-feira (11), a Mostra Negritude Infinita é voltada para a difusão e exibição de obras audiovisuais realizados por pessoas negras no Brasil contemporâneo.

A programação conta 70 produções, dividas entre curtas e longas, mesas redondas e oficinas gratuitas no Cinema do Dragão do Mar, em Fortaleza.

A proposta da Mostra é apresentar ao público da cidade a oportunidade de ter contato com os filmes mais recentes do chamado Cinema Negro Brasileiro, que, por sua vez, consta em longas e curtas-metragens, dos mais diversos gêneros e formatos, que reúnem como característica principal o recorte racial no olhar sobre as narrativas, muitas vezes também interseccionado por recorte de gênero e classe, gerando visibilidade e representatividade daqueles e para aqueles  que estão sempre à míngua no contexto do cinema nacional.

Na segunda-feira (09) o cinema estará fechado e não haverá programação.

Programação completa

Mostra Negritude Infinita de Cinema Negro

Quando: a partir desta quinta, 5, até a próxima quarta-feira, 11

Onde: Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura

Quinta-feira (5/12) – a partir de 14h30min

Mesa redonda “Entre o corpo e o quadro”, com Lidia dos Anjos, Mara Rachel, Magno Rodrigues e Cintia Lima

Mesa redonda “Quem faz cinema no Ceará?”, com Déo Cardoso, Luly Pinheiro, Kiko Alves

Sessões:

Resplandecente – Ventura Profana e Jhonatta Vicente

Para todasas moças – Castiel Vitorino Brasileiro

Tudo que é Apertado Rasga – Fabio Rodrigues Filho

Vaga Carne – Grace Passô e Ricardo Alves Jr

Sexta-feira (6/12) – a partir de 14h30min

Mesa redonda “Imagens e Narrativas em Perspectivas Negras”, com Rayanne Layssa, Luca Salri, George Ulysses e Leon Reis

Mesa redonda “Difusão e exibição: mostras de cinema no Nordeste”, com Luciana Oliveira, Izabel de Fátima e Naymare Azevedo

Sessões:

Ilhas de calor – Ulisses Arthur

Deixa na régua – Emílio Domingos

Sábado (7/12) – a partir de 14h30

Masterclass “Oscar Micheaux: um Fantasma que nos Olha”, com Leon Reis

Masterclass “Territórios Ancestrais”, com Rodrigo Ferreira e Paolla Martins

Sessões:

Impermeável pavio curto – Higor Gomes

Minha Carne – Preta Ferreira, Sonia ara mirim, Tarsila Araújo

Pente Zero – Tiago Felipe

Esperando o sábado – Erica Sansil

Veias de fogo – Carnaval no Inferno

Negrum3 – Diego Paulino

Looping – Maick Hannder

Clandestyna – Duca Caldeira

Intervenção Jah – Daniel Santos, Welket Bungué

Ando Feito Nuvem Tempestiva Querendo Chover – Carine Fiúza

BR3 – Bruno Ribeiro

TRANSacralidade – Luz X, Lico Cardoso

Domingo (8/12) – a partir de 15h

Sessões:

A piscina de Caíque – Raphael Gustavo da Silva

Fábula de Vó Ita – Joyce Padro, Thalita Oshiro Meireles

A câmera de João – Tothi Cardoso

Quando a chuva vem? – Jefferson Batista

ANA – Vitória Felipe

Menino pássaro – Diogo Leite

Guri – Adriano Monteiro

Mãe Não Chora – Carol Rodrigues, Vaneza Oliveira

Motriz – TAIS AMORDIVINO

2704KM – Letícia Batista

Nada Além da Noite – Rodrigo de Janeiro

Preto – Elton de Almeida

Filhas de lavadeira – Edileuza Penha de Souza

Amor de Ori – Bruna Barros

Náufraga – Juh Almeida

Glória – Yaminaah Abayomi

Embaraço – Nádia Oliveira

CoroAção – Mirtes Agda Santana

Juciara Áwô – Luana Arah

AURORA – Everlane Moraes

Terça (10/12) – a partir de 15h

Sessões:

Odò Pupa, lugar de resitência – Carine Fiúza

Megg – A Margem que Migra para o Centro – Larissa Nepomuceno, Eduardo Sanches

Tempo – Victor Uchôa

Os verdadeiros lugares não estão no mapa – João Araió

Poesia Azeviche – Ailton Pinheiro

A Sússia – Lucrécia Dias

LEALDADE – Milene Avelar, Ana Stella Cunha

Ruído Branco – Gabriel Fonseca

Feliz Ano Novo – Lívia Uchôa

Sarau da Onça – A Poesia de Quebrada – Vinícius Eliziário

Como Se o Céu Fosse Oceano – Breno Henrique

Nego Tem Que Se Virar – Mike Dutra

Eroica – Josy Macedo

O fio – Anti Ribeiro

O Jogo – Clementino Junior

Rainha – Sabrina Fidalgo

Carne – Mariana Jaspe

Mato Adentro – Elton de Almeida

Quarta-feira (11/12) – a partir de 15h

Sessões:

Povoesia – Gabrielle Madeiro

Carta sobreo nosso lugar mulheres do Vila Nova – Rayane Penha

Santos Imigrantes – Thiago Costa

Antes de ontem – Caio Franco

Por trás das tintas – Alek Lean

Quilombo Mata Cavalo – Jurandir Amaral

Adeus America (ou Um Dia Viverei na Terra) – Júlia Moreira

Tempos verbais – Ema Ribeiro

Não fique triste, menino – Clébson Óscar

Echarpe Noir – Barbara Fuentes

Minha história é outra – Mariana Campos

Sample – Ana Julia Travia

Riscados pela memória – Alex Vidigal

Afronte – Bruno Victor, Marcus Azevedo

A mulher que eu era – Karen Suzane

Meu Amigo Fela – Joel Zito Araújo

Oficina Afroficção

Quando: de segunda a sábado, 9 a 11, de 9h a 12 horas. 

Onde: Vila das Artes (rua 24 de Maio, 1221 – Centro)

Outras informações: (85) 3252 1444

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Rayssa Leonel
Carregar Mais Em Cultura

Sobre Rayssa Leonel

Graduada em Jornalismo pela UFCA - Universidade Federal do Cariri. Pesquisadora e caririense bem orgulhosa.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos!