Sereia de Ouro homenageia Espedito Seleiro

Sereia de Ouro, também conhecido como Troféu Sereia de Ouro é um reconhecimento e uma homenagem concedida pelo Grupo Edson Queiroz a personalidades que se destacaram e deram sua contribuição ao desenvolvimento do Ceará – em seus diferentes setores de atuação. O prêmio foi idealizado pelo Chanceler Edson Queiroz e já está na 49º edição. …

Foto Revista Vos

Sereia de Ouro, também conhecido como Troféu Sereia de Ouro é um reconhecimento e uma homenagem concedida pelo Grupo Edson Queiroz a personalidades que se destacaram e deram sua contribuição ao desenvolvimento do Ceará – em seus diferentes setores de atuação. O prêmio foi idealizado pelo Chanceler Edson Queiroz e já está na 49º edição.

Anualmente são escolhidos os homenageados, geralmente quatro, e são agraciados com o prêmio em solenidade especialmente planejada. A edição 2019 acontecerá no dia 27 de setembro no Theatro José de Alencar na Capital Cearense.

Para alegria de todos os Caririenses teremos entre os homenageados o artista Espedito Seleiro.

Nascido em 1939 em Arneiroz, filho de vaqueiro, “seu” Espedito aprendeu aos oitos anos, com seu pai, o ofício de seleiro, confeccionando selas e outros equipamentos para vaqueiros, tropeiros e cangaceiros. Seu pai faleceu bem jovem, deixando dez filhos e uma pequena oficina. Espedito, o mais velho dos dez filhos, começou tornou-se arrimo de família, com a confecção de selas. Nessa época, a família já moravam em Nova Olinda e enfrentaram um crise no comercio de selas, por conta da queda do trabalho de vaqueiro, resultado da crise na pecuária vivida pela seca que assolou o Ceará por longos cinco anos, entre 1979 e 1984. 

Seu Espedito então despertou a possibilidade de produzir outras peças em couro, como sandálias e bolsas e passou a usar cores. Que decisão maravilhosa Se Espedito!!! Daí passou a se especializar em pigmentos naturais e técnicas de tingimento de couro e assim, descobriu o angico que tinge de marrom, o urucum que traz o vermelho, a cinza da capimbeira que colore de branco. Com o tempo, criou uma estética própria que valoriza os desenhos e as cores, resultado da influência cigana, povo que admira e que, quando novo, o fascinava pelas vestimentas e adornos.

Ele fundou a Oficina Escola Espedito Seleiro que passa para os mais jovens além do ofício, para que o ensinamento que vinha desde o seu tetraavô não fosse perdido. Hoje, Espedito Seleiro é mestre da cultura, reconhecido oficialmente pelo Governo do Estado do Ceará e pelo Ministério da Cultura. Em 2017, recebeu o título de Notório Saber pela Universidade Estadual do Ceará (Uece).

No Carnaval 2019 Seu Espedito foi homenageado pela União da Ilha, onde desfilou no Grupo especial do Rio de Janeiro.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Erika Souza
Carregar Mais Em Cultura

Sobre Erika Souza

A menina louca. Deixo essa definição, pois meu entusiasmo pode parecer loucura. Atuo com comunicação, eventos e desenvolvimento pessoal. Com o convívio a gente se conhece mais.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos!