Suzane Von em duas versões diferentes

A história de Suzane terá dois filmes em duas versões diferentes




Carla diz interpretando Suzane

Com olhares diferentes, Suzane Von Richofen, condenada pela morte dos pais em 2002, ganhará dois filmes com duas versões diferentes. A história da assassina será contada a partir do depoimento da própria Suzane e por Daniel Cravinho, seu então namorado, que também participou do crime. A proposta é que o público assista e tire suas próprias conclusões.

Os filmes são baseados nos autos do processo e nos fatos narrados durante o julgamento, nenhum membro da produção ou do elenco tiveram contado com os envolvidos do crime. Quem está fazendo o papel de Suzane é a atriz Carla Diaz e Leonardo Bittencourt será Daniel.

Os filmes deverão chegar os cinemas no primeiro semestre de 2020. “A menina que matou os pais” e “O menino que matou meus pais” deverão estrear no mesmo dia.

Repercussão

A novidade sobre os filmes dividiu opiniões nas redes sociais, a discussão virou um dos assuntos mais falados no Twitter. Fique por dentro dos comentários:

Os críticos do patrioticismo.

Suzane emo.

Críticos do sistema penal.

Críticos da família tradicional.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Rayssa Leonel
Carregar Mais Em Cinema

Sobre Rayssa Leonel

Graduada em Jornalismo pela UFCA - Universidade Federal do Cariri. Pesquisadora e caririense bem orgulhosa.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.