#TBT da saudade – Quero meu JuáForró de volta

Hoje é quinta e vamos com um #TBT de quem deixou saudades




Hoje é quinta e vamos com um #TBT de quem deixou saudades

Se fosse vivo, o finado JuáForró estaria completando 19 anos. Criado em 2000, pelo secretário de cultura da época, Alcymar Monteiro, o festival junino era destaque em todo nordeste, há quem diga que só não era tão grande quanto os São Joãos de Caruaru e Campina Grande.

A ideia da festa juazeirense era concentrar em um só local os festejos juninos do município, que antes acontecia em vários locais. O secretário queria que o São João da cidade entrasse para o calendário do Nordeste como uma festa junina de referência.

Era grande mesmo

Foto: arquivo pessoal do Deputado Guimarães

o JuáForró se tornou o maior São João do Ceará, e entrou para o calendário de festivais musicais do país. Chegou a ter 15 noites na edição de 2007 e 2008, onde atraiu mais de meio milhão de pessoas para o festejo. Em 2007, o festival pela primeira vez deu abertura para outro estilo musical, o cantor Leonardo se apresentou no palco do JuáForró, se tornando a primeira atração do evento pertencente a outro gênero musical.

Tradição Junina

Foto: reprodução/facebook

A festa que acontecia no Parque de Eventos Padre Cícero contava com grandes clássicos dos festejos juninos, a competição de quadrilhas também era uma das maiores atrações. A festa reunia competidores de várias cidades do Ceará e de estados vizinhos.

Enquanto os shows aconteciam no palco principal, no final do parque existia um palhoção, um local que juntava um público mais velho e somente era permitido tocar o autêntico forró pé de serra. Eram diversas sanfonas que se misturavam com o som da batida da chinela no chão da palhoça.

Ali também tinha uma pequena cidade cenográfica com réplicas da cidade de Juazeiro, eram imitações dos prédios da Prefeitura, igreja, cadeia pública, cabaré, lembro de um ano que até um cemitério estava presente. Na cidade também ficavam atores que contavam um palco da história do município.

Grandes nomes

As atrações da festa se dividiam em artistas regionais e nacionais, entre eles, muitas banda com nomes icônicos passaram por ali, como: Cachorra da Mulesta, Ferro da Boneca, Forró do Mela pinto, Forró Levada Kente, Cacau com Mel, Doce Emoção e outras figuras. Também deu espaço para muitos artistas que hoje explodem em todo Brasil. Garota Safada, Michael Teló, Calypson, Aviões e mais ruma de gente. Aviões foi uma das atrações que tocou na última edição da festa, em 2013.

A primeira edição da festa propôs um encontro dos grandes, Zé Ramalho, Elba Ramalho e Alceu Valença foram os primeiros a passar por ali. Elba, assim como Aviões, tocou na última edição do JuáForró, que acabou em 2013, quando o Ministério Público aconselhou a prefeitura que cancelasse o festejo, já que o município vinha passando uma grande crise financeira e a organização das edições passadas do JuáForró estavam sendo investigas por desvio de verba pública. No ano que acabou, eram para ser 8 dias de festas, mas apenas duas noites chegaram acontecer, no dia 20 de junho de 2013, cancelaram o resto da programação sem data para volta, sem data mesmo, porque nunca mais voltou.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Rayssa Leonel
Carregar Mais Em Cultura

Sobre Rayssa Leonel

Graduada em Jornalismo pela UFCA - Universidade Federal do Cariri. Pesquisadora e caririense bem orgulhosa.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.