Câmara municipal de Iguatu aprova projeto que unifica Secretaria Municipal de Cultura e Turismo à Secretaria de Educação

De acordo com o projeto, a justificativa da unificação das secretarias é o corte de gastos do município. Artistas locais criticam a aprovação.




Cultura

Em sessão realizada no dia 21 de janeiro, a Câmara Municipal de Iguatu aprovou o projeto de unificação da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo à Secretaria de Educação na Câmara Municipal de Iguatu, com a justificativa de contenção de gastos e facilidade na obtenção de recursos para investimento na cultura. 

 Artistas locais e simpatizantes questionaram a decisão dos gestores na unificação das pastas, já que foram criadas 7 secretarias durante atual gestão, junto com a extinção da Secretaria de Juventude, importante pasta para o desenvolvimento de políticas públicas para a juventude iguatuense. 

Antes da aprovação, houveram movimentações da classe artística de Iguatu, organizados no Movimento SOS Cultura pedindo a revogação da decisão do atual prefeito Ednaldo Lavor em manter a proposta para discussão na Câmara. Em carta aberta os artistas falaram que ‘se faz necessário investir nas políticas de cultura e não sucatea-las, cortar recursos e extinguir.’ 

De acordo com Dominique de Vênus, do Núcleo Gestor e Executivo do Movimento SOS Cultura, a classe artística buscou conversas oficiais e extraoficiais com a gestão através do Conselho Municipal de Cultura, mas todas as tentativas de diálogo foram ignoradas. 

Por fim, vale ressaltar que concordamos que esse tipo de prática está totalmente alinhada com os ideais bolsonaristas de governo: sucateamento dos equipamentos culturais para alegar que os mesmos não funcionam corretamente e, por fim, fechá-los sem que haja reprovação popular. 

Dominique de Vênus

Movimentações

Em busca de expandir as denúncias em relação a perca de autonomia da Secretaria de Cultura e Turismo, o Movimento SOS Cultura vem realizando ações abertas com a população para discutir os temas relacionados a pauta. Seja através das redes sociais com lives e interações, ou mesmo atividades de rua. 

No último domingo (24), o grupo realizou o I Café e Cultura na praça da Matriz de Iguatu, ação que visava aproximação com a população. Em outros momentos, foram feitos também colagens de lambe nas ruas do município. 

Desde então, estamos organizando o próximo Café e Cultura, a ser realizado na praça da criança, com exposição de vinis e um possível debate histórico. 

Dominique de Vênus

A organização do movimento ressalta que estão seguindo todos os protocolos sanitários para realização das ações. 

Sobre Bruna Santos

Graduanda em jornalismo pela UFCA. Entusiasta de política, café, mundo nerd e gatos.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.